Sou, e com muito orgulho

Estive a ler um livro de Psicologia (em véspera de exame de agregação para a Ordem dá-me para isto…) (penso que é o meu subconsciente a fazer uma denegação nua e crua do Direito)

e finalmente consigo auto-qualificar-me em termos clínicos:

caríssimos,

Eu, Susana N. A. , sou um Adulto Não Amadurecido.

Não sei se ria ou se me preocupe.

Como sou criança provavelmente rir-me-ei até até discernimento suficiente para me aperceber de quão mau isto é.

Fica a promessa solene de que, quando passar o estágio débil-infatilóide o comunico, por escrito, aqui no blog.
Até lá, continuo a escrever palermices que envolvem sempre, inolvidavelmente, as palavras “cócó”, “maricas” e alguns neologismos.

Tenham paciência.

Partilha-me toda, eu gosto

Um comentário em “Sou, e com muito orgulho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo