A bota mais mal descalçada de todos os tempos

Hoje retribuí um toque para o telemóvel de um amigo italiano que, (curiosamente!) se encontra em Itália.

Para meu desespero o anormal do meu amigo (amigos amigos negócios à parte) ATENDE o telemóvel! E eu que só tinha dado um nano-toque! (desconfio que ele está lunaticamente apaixonado por mim e dorme abraçado ao Motorolla)

após ouvir um amistoso e empolgado “CIAU SUSANA!” do outro lado,

desfiei sem querer o maior rosário de asneiras italo-ibéricas que uma tuga de gema poderia descobrir no google,

entretando do outro lado continua a ouvir-se um mui estudado e cuidadoso discurso em português com sotaque napolitano “Como estás? Eu estou muito feliz por falar contigo”

e eu ainda a terminar deste lado, espumando de raiva e com os olhos raiados de sangue :”c… f.. da p.. escusavas de atender meu grande deficente”

de repente há um silêncio incriminador.

o amigo italiano, doce como todos os membros da Camorra, repete com sotaque: “deficiente?”

eu, com uma voz ultrajada, gorgolejando de suposta infâmia: “deficiente? que me dizes?! VOU DESLIGAR!!”

Felizmente tenho a convicta ideia de que todos os italianos, apesar de estonteamente giros são particularmente burros. Esperar para ver.

Partilha-me toda, eu gosto

2 comentários em “A bota mais mal descalçada de todos os tempos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo